História

O Centro Cultural de Cête foi fundado em Novembro de 1975 e era conhecido por 3C.
 

Fundação

Fundado em 26 de Novembro de 1975 e conhecido por 3C - Centro Cultural de Cête, foi iniciativa de 7 jovens, com cerca de 14 anos de idade, mas já conscientes que era necessário efectuar alguma coisa pela freguesia de Cête, principalmente na área cultural.
Funcionando provisoriamente no Largo da Sra. do Vale, num pavilhão pré-fabricado com poucas condições, aí se apostou forte nas áreas de desporto, teatro, música, folclore, entre outras, abrindo assim o Centro à freguesia e à comunidade, e criando também um grupo de sócios.

De 3C a Centro Social de Cête

Após cerca de 15 anos de funcionamento nas instalações referidas, num espaço muito reduzido, os elementos da direcção do Centro pensaram em fazer uma obra de grande dimensão para assim responder às necessidades com que se estavam a deparar. Esta mesma obra foi iniciada com dinheiro dos poucos subsídios que conseguiram arranjar. Contudo, as obras do edifício para a sede ficaram paradas durante algum tempo. Em 1991 criou-se a vertente social, que arrancou com o centro de dia e convívio, e mais necessidade houve de se encontrar uma solução para o espaço que continuava por acabar, uma vez que não havia condições financeiras para o fazer, porque os subsídios eram igualmente parcos. Em 1996, com o apoio do FEDER, as obras arrancaram, definitivamente. Fica concluído em Novembro de 2001.

O Centro Social de Cête e a Cultura

Em 2003 começa a funcionar novamente a parte cultural do Centro, com teatro, dança, aeróbica, ginástica, karaté e finalmente, o futebol e o andebol, actividades que ocuparam no total cerca de 100 jovens.
O Centro Social de Cête promove ainda, nas suas instalações, vários eventos. Sejam estes fruto das nossas actividades, resultado de parcerias ou intercâmbio cultural com outras entidades, orgulhamo-nos de levar a cabo iniciativas que visam aumentar a oferta cultural e educacional do meio onde nos inserimos.

O Centro Social de Cête e o Futuro

O hoje denominado Centro Social de Cête é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, com o apoio da Segurança Social. Tem um quadro de 22 funcionários e dispõe de 5 viaturas (sendo uma de transporte especial) para transporte dos idosos e crianças, que frequentam o Centro de Dia, ATL, Creche e para o Serviço de Apoio Domiciliário. O Centro Social promove ainda nas suas instalações vários eventos fruto de parcerias ou intercâmbios culturais com outras entidades. Está em elaboração o novo projecto para a construção de um lar de idosos.

A imagem do Centro ao longo dos tempos

Ao longo dos tempos, esta "casa" teve vários rostos, sinais, logótipos que permitiram identificar, no primeiro olhar, o Centro.

O primeiro logótipo do Centro Social de Cête (Centro Cultural de Cête) foi criado em 1975 por Fernando Oliveira e exibia, de forma notória, os símbolos da cultura, sua principal vertente.
De realçar o 3C, nome emblemático pelo qual ainda é conhecido.

 

 

 

O segundo logótipo, criado por "Dani", exibia somente o 3C, com as cores predominantes a serem o amarelo e preto, cores, aliás, que já constavam no primeiro logótipo.
O facto das iniciais de Centro Cultural de Cête serem 3C foram, sempre, um óptimo motivo para o desenho da imagem do Centro.
Este logótipo foi utilizado já durante o Centro Social de Cête.

 

 

 

Das várias propostas a concurso e após limar algumas arestas, o logótipo adoptado em Janeiro de 2007, visa focar os "3C", dando enfoque a um dinamismo que surge da confluência dos 3C.
Manteve-se as cores da bandeira do Centro Social de Cête, vermelho, preto e amarelo.

 

 

Valid XHTML 1.1